Posts Tagged ‘Rio Branco’

Campanha contra usina em Roraima “Salve o Rio Branco, patrimônio de Roraima”

Thursday, January 24th, 2013

BOA VISTA – . A campanha do movimento socioambiental Puraké pretende paralisar os procedimentos administrativos referentes à construção da Usina Hidrelétrica (UHE) do Bem Querer, na bacia do rio Branco, e alertar a sociedade quanto aos impactos ambientais.

Segundo um dos organizadores da campanha, como Ciro Campos e outros, a ação também é um meio de mostrar outras alternativas energéticas que o Estado oferece, e que são menos impactantes ao meio ambiente. De acordo com Campos, o lançamento da campanha é a convocatória para a formação de uma ‘Frente’ reunindo pessoas e organizações em defesa do rio Branco.

Segundo o integrante do Movimento Puraké, durante a campanha acontecerá coleta de assinaturas mais de 30 organizações que já colaboram com o movimento para o abaixo assinado contra a UHE do Bem Querer.

UHE do Bem Querer

A Usina Hidrelétrica (UHE) do Bem-Querer é um projeto do Governo Federal. O projeto visa a construção da Usina nas corredeiras do Bem Querer, localizadas no município de Caracaraí, a 125 quilômetros de Boa Vista. A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.
Segundo a Assessoria de Comunicação do PAC 2, do Ministério do Planejamento, a potência identificada para a UHE é de 708,4 MW. De acordo com a assessoria, a Usina encontra-se na fase de elaboração de Estudos de Viabilidade Técnica e Econômica – EVTE e licenciamento ambiental.

“No entanto o processo está paralisado devido às restrições presentes na Emenda Constitucional nº 021 de 6/8/2008, do Estado de Roraima que passou a constituir como patrimônio histórico, cultural, turístico, social, artístico, ambiental e cultural roraimense diversos bens de natureza ambiental material e imaterial tombados de forma isolada ou em conjunto, dentre eles as corredeiras do rio Branco”, informou a Assessoria ao portalamazonia.com.

Três empresas habilitadas para estudo de viabilidade da UHE Bem-Quer
Projeto deve demandar investimentos da ordem de R$3,9 bilhões;

A Empresa de Pesquisa Energia (EPE) revelou em Julho de 2012 as três empresas habilitadas para a concorrência pública que tem por objetivo contratar a realização dos estudos técnicos de viabilidade da futura hidrelétrica Bem Querer, prevista para ser construída no rio Branco, em Roraima.

Conforme consta no Diário Oficial da União (DOU) em Julho de 2012, estão habilitadas a CNEC Wokleyparsons Engenharia, a Engevix Engenharia e a Projetos e Consultorias de Engenharia (PCE).

A EPE explica que a contratação do serviços, que incluem consultoria técnica, levantamento e estudos de engenharia e viabilidade, será feira por menor preço. As propostas dessas empresas habilitada serão abertas no próximo dia 27 de julho 2012.

A UHE Bem-Querer deverá ter 708,4MW de potencia. O projeto é considerado importante para o desenvolvimento do estado de Roraima. A previsão de investimento é da ordem de R$3,9 bilhões.